Notícias

Marcha das Margaridas pretende reunir 100 mil mulheres em Brasília

Mulheres de entidades democráticas, sindicais e populares de Goiás constroem a estratégia de mobilização para a Marcha das Margaridas, prevista para agosto, e também planejam o 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Em reunião, nesta terça-feira, na sede da Central Única dos Trabalhadores - CUT-GO, informaram que a meta da marcha este ano é reunir 100 mil mulheres em Brasília.

Um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência são os eixos de luta da marcha. O 8 de março deve incluir também como pauta o enfrentamento da contrarreforma da Previdência proposta pelo atual governo, que se aprovada, deve inviabilizar a aposentadoria da absoluta maioria do povo brasileiro.

Plataforma da Marcha das Margaridas:

1. Por terra, água e agroecologia;
2. Pela autodeterminação dos povos com soberania alimentar e energética;
3. Pela proteção e conservação da sociobiodiversidade e acesso aos bens comuns;
4. Por autonomia econômica, trabalho e renda;
5. Por previdência e assistência social pública, universal e Solidaria;
6. Por saúde pública e em defesa do SUS;
7. Por uma educação não sexista e antirracista e pelo direito à educação do campo;
8. Pela autonomia e liberdade das mulheres sobre o seu corpo e a sua sexualidade;
9. Por uma vida livre de todas as formas de violência, sem racismo e sem sexismo;
10. Por democracia com igualdade e fortalecimento da participação política das mulheres;

Participaram da reunião de planejamento, na sede da CUT-GO conta com. Presença de lideranças da CUT-GO, Sintego, Fetaeg, FIC/UFG, CPM, Sintsep, Sindsaude. Do Sintfesp, as diretoras Gilzeli Sampaio, Jesulina Regis e Terezinha Aguiar.

 

Sintfesp-Go/To
Assessoria de Comunicação
Cláudio Marques - MTE 1534


29/01/2019

Boletim Eletrônico, cadastre-se:

 

Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde e Previdência

Travessa César Baiocchi Sobrinho, Quadra F-19, Lote 10, Setor Sul

CEP 74080-130 - Goiânia - Goiás

(62) 3224-8232 | sintfesp@sintfesp.org.br